Militares fazem simulações de apoio à Defesa Civil para combate a situações de calamidade em Petrópolis, no RJ

Agentes irão enfrentar situação em que chuva causou deslizamentos que provocaram mortes e desalojamento de famílias.

Militares farão até quinta-feira (3) uma simulação de apoio à Defesa Civil para combate a situações de calamidade pública em Petrópolis, na Região Serrana do Rio.

Segundo a organização, o exercício está estruturado dentro de um cenário fictício de calamidade pública, no qual é necessário o emprego das Forças Federais em apoio integrado e sinérgico aos órgãos locais.

A atividade acontece entre o Comando Militar do Leste (CML), com a cooperação da Secretaria de Estado de Defesa Civil do Rio de Janeiro, da Secretaria de Proteção e Defesa Civil de Petrópolis e de outras instituições.

O exercício tem como finalidade aumentar a integração e a coordenação com todas as agências que fazem parte do sistema de Defesa Civil, como validar a capacidade da força de apoio ao órgão do CML, para aturar nos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo.

De acordo com a organização, no final da simulação, o CML terá uma tropa com capacidade de contribuir com maior eficiência na pronta resposta às calamidades que possam ocorrer no futuro.

Segundo a coordenação da simulação, está previsto o emprego de aproximadamente 800 militares do Exército, além de integrantes do Corpo de Bombeiros, agentes municipais de Defesa Civil, dentre outros participantes.

As equipes irão utilizar durante a simulação viaturas militares e equipamentos especializados de engenharia para o transporte de equipes e tarefas simuladas de remoção de escombros.

Como será a simulação

Hipoteticamente será apresentado no exercício que fortes chuvas recentemente atingiram a Região Serrana, em decorrência disso, ocorreram deslizamentos que provocaram mortes e desalojamento de famílias.

Nisso, o Governo do Estado do Rio de Janeiro decreta estado de Calamidade Pública e solicita apoio ao Governo Federal.

Fonte: G1

Comentários