News



foto

Caso suspeito de febre amarela em Duque de Caxias é descartado

Exame deu resultado positivo para Leptospirose.

A suspeita que uma moradora do município de Duque de Caxias ter contraído febre amarela foi descartada pela Secretaria Municipal de Saúde.

Se o caso fosse confirmado, seria o primeiro registro da doença na região metropolitana do Rio de Janeiro.

Ontem a tarde a Secretaria Municipal de Saúde emitiu a seguinte nota:

" A Secretaria de Saúde de Duque de Caxias informa que a paciente, de 32 anos, moradora de Campos Elíseos, internada no Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, desde o último dia 2 de abril, com suspeita de febre amarela, teve resultado de sorologia para Leptospirose positivo (IgM positivo).
Resultado obtido junto ao Laboratório de Saúde Pública Noel Nutels (LACEN).
Fica assim descartado qualquer caso de Febre Amarela no município de Duque de Caxias. A SMS informa ainda que a paciente apresenta melhora em seu quadro clínico.
A Secretaria Municipal de Saúde reafirma o compromisso com a prevenção e o cuidado à população do município".

A Leptospirose é uma doença bacteriana causada pelo Leptospira que afeta seres humanos e animais, frequentemente transmitida por água ou alimentos infectados pela urina de animais, especialmente de ratos. Tem como sintomas principais: Febre de início abrupto, dores de cabeça, tosse seca, falta de ar, dores musculares e articulares, insuficiência renal aguda, delírio e miocardite e em alguns casos a cor da pele fica amarelada.

06/04/2017

09:57:33