Forças de segurança se reúnem em ação para coibir carreatas em Petrópolis, no RJ

Justiça do Rio proibiu manifestações para conter a proliferação do novo coronavírus. Ação foi realizada na manhã desta segunda-feira (30).

Policiais Militares, Forças de Choque da PMERJ, Reboque e Guarda Civil de Petrópolis, na Região Serrana do Rio, estiveram na manhã desta segunda-feira (30), concentrados ao redor da Praça da Liberdade no Centro, para conter manifestações em prol da abertura do comércio.

Os movimentos foram anunciados pelas redes sociais após a declaração do Presidente Jair Bolsonaro em cadeia nacional de Rádio e TV, na última terça-feira (24), onde o presidente falou que as medidas de segurança tomadas por municípios e estados, com o apoio de cientistas, médicos e a Organização Mundial da Saúde, deveriam ser suspensas.

Agentes de forças de segurança se reuniram na manhã desta segunda-feira (30) em ação para coibir carreatas em Petrópolis — Foto: Lucas Machado/Inter TV RJ

Agentes de forças de segurança se reuniram na manhã desta segunda-feira (30) em ação para coibir carreatas em Petrópolis — Foto: Lucas Machado/Inter TV RJ

Os agentes se concentraram por volta das 8h30 da manhã, em pelo menos seis ruas do entorno, para que a movimentação fosse controlada. O apoio das forças de segurança, foi solicitado pelo Juiz da 4ª Vara Civel, Alexandre Teixeira de Souza, com o apoio do Ministério Público.

Segundo a prefeitura, o ato fere as ações tomadas pelo município, através de decreto, para o combate ao coronavírus na cidade, e quem descumprir poderá ser preso.

Em duas horas que os agentes estiveram no local, não houve a presença de manifestantes.

 

Fonte: G1

Comentários

Arquivo de Notícias
Publicidade
Categorias