Buscas por Lázaro Barbosa, em Goiás, entram no 10º dia

Criminoso foi visto nessa quinta e chegou a trocar tiros com a polícia

Esta sexta-feira (18) marca o décimo dia da perseguição contra o foragido Lázaro Barbosa, acusado de matar, pelo menos, quatro pessoas da mesma família no Distrito Federal. Nessa quinta (17), ele foi visto duas vezes e trocou tiros com a polícia, mas conseguiu fugir de novo, segundo informou o secretário de Segurança de Goiás, Rodney Miranda.

Rodney Miranda afirmou que eles têm reduzido o perímetro de contenção na tentativa de cercar o suspeito.

As buscas ocorrem na zona rural do município de Cocalzinho de Goiás, que tem cerca de 18 mil habitantes e fica a 105 quilômetros de Brasília e a 133 quilômetros de Goiânia. Segundo uma moradora de um distrito rural do município, que não quis se identificar, toda família tem vivido com muito medo, sem sair de casa.

Nos últimos dias, Lázaro tentou fazer novos reféns em Cocalzinho, trocou tiros com a polícia e com um caseiro, e conseguiu fugir em todas as vezes.

O Ministério da Justiça informou que vai enviar 20 agentes da Força Nacional para auxiliar os cerca de 250 agentes de forças estaduais e federais mobilizados para captura do suspeito.

Existem três ordens de prisão aberta contra Lázaro Barbosa, uma na Bahia e outras duas no Distrito Federal. Ele foi capturado em 2018 e estava preso em Águas Lindas de Goiás, mas fugiu do presídio.

 

Fonte: Rádio Agência Nacional

Comentários