Pisa: Estudantes de 15 anos não têm domínio satisfatório em leitura

Pesquisa é realizada em 79 nações, incluindo o Brasil

Estudantes brasileiros em fase de conclusão do ensino fundamental não têm domínio satisfatório em leitura, matemática e ciências. É o que aponta o estudo feito pelo Pisa – o Programa Internacional de Avaliação de Estudantes. Promovida pela OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico), a pesquisa ocorre a cada três anos com alunos de 15 anos, residentes em 79 nações, incluindo o Brasil.

No que se refere à leitura, entre todos os países avaliados, apenas 9% dos jovens se mostraram capazes de diferenciar fatos de opiniões. Já no Brasil, esse número é de 2%.

O estudo do Pisa foi criado para saber até que ponto estudantes próximos a concluírem o ensino fundamental adquiriram os conhecimentos e habilidades essenciais para a participação na vida social e econômica.

A média brasileira alcançada na avaliação foi de 413 pontos, enquanto que os países-membros da OCDE atingiram 487. Os melhores resultados vieram da região Sul, seguidos do Centro-oeste, Sudeste, Norte e Nordeste. E, aqui no Brasil, servem como referência para estabelecer metas de melhorias por meio do PNE (Plano Nacional de Educação).

Para o Ministério da Educação, esse resultado alerta para a necessidade de se avançar nas políticas educacionais do país. E, neste semestre, será realizado em conjunto com o Inep uma ampla discussão sobre os efeitos da pandemia na educação brasileira e os impactos nas metas do PNE. O debate servirá para traçar novas metas para o plano.

 

Fonte: Rádio Agência Nacional

Comentários