Jovem de Xerém que percorreu 9 km a pé durante 7 anos para estudar se forma

Marly Fernandes mora numa área de Xerém onde não tem transporte público. Ela sonha em se tornar juíza

Uma jovem que durante 7 anos percorreu 9 km a pé para estudar conseguiu se formar e sonha em se tornar juíza. Marly Fernandes mora na área rural de Xerém, em Duque de Caxias, onde não há transporte público.

Nesta sexta-feira (13), acontece a festa de formatura da jovem na faculdade de direito. Para Marly, estudar sempre foi sinônimo de dificuldade, luta e persistência, desde 2015.

Quando estava no ensino médio, ela percorria 9 quilômetros a pé e depois seguia por mais 1 quilômetro de ônibus para ir de casa à escola, da área rural de Xerém até Tinguá, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

"Chego no colégio muito cansada, mas tem que estudar. Quero ser juíza, eu tenho que pagar esse preço para melhorar o meu futuro", disse Marly há sete anos.

Dois anos depois, em 2017, Marly já estava na faculdade. Para chegar lá o trajeto era feito em três etapas. Primeiro de moto, depois a pé e, por fim, de ônibus. Foram cinco anos de muito esforço.

"Aqui a estrada é de chão. Já trago paninho de casa para limpar antes de entrar na sala", contou.

Orgulho da família e da comunidade

Em janeiro, aconteceu a colação de grau. Os vizinhos reconheceram o esforço. E a área rural de Xerém fez uma homenagem a Marly, estendendo uma faixa na região. Ela é motivo de orgulho para toda a família e a comunidade.

O tio Orecil Viana de Pretes diz que a jovem trouxe felicidade para toda a família.

 

"Muita felicidade, muita. Até me emociono. Porque aqui, no lugar que nós estamos, hoje, é tudo difícil. Ela levantava 4h da manhã, enfrentou uma guerra, foi guerreira. Para mim é uma emoção muito grande. Eu nunca esperava que ela ia chegar onde ela chegou", disse o tio.

 

A mãe de Marly, Delma de Pretes, também estava muito emocionada com a formatura da filha.

"Estou muito emocionada porque eu acha impossível. Mas ela, com aquela garra toda, com aquela força toda. Eu sentia nela aquele desejo de vencer", contou Delma.

Depois da festa, na noite desta sexta-feira, Marly começa uma nova etapa da vida: vai continuar estudando.

 

"O meu sonho, desde pequena, o meu pai sempre me perguntava o que eu gostaria de ser, sempre falei para ele desde pequena, de ser juíza. Então, eu tenho esse sonho. Sei que não é fácil, mas o primeiro desafio já chegou", disse Marly.

 

 

Com informações do G1

Comentários

Arquivo de Notícias
Publicidade
Categorias